ActiveCampaign

ActiveCampaign: como começar e fazer sua 1ª venda em 24h

Guilherme Laschuk
Escrito por Guilherme Laschuk em 9 de novembro de 2021
29 min de leitura
ActiveCampaign: como começar e fazer sua 1ª venda em 24h
Junte-se a mais de 10.216 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Se você está lendo esse texto, provavelmente reconhece a importância da automação de e-mail marketing para sua estratégia de vendas, independente do segmento em que atua. Além disso, você tem familiarização com algumas ferramentas eficazes para ajudar nesse processo e já deve ter ouvido falar em ActiveCampaign, certo?

Muita gente tem comentado sobre a ferramenta por aí e podemos até dizer que temos uma nova queridinha dos gestores de e-mail marketing, lançadores e profissionais de CRM. Entretanto, será que esse hype faz algum sentido? Afinal, por que todo mundo agora só quer saber de ActiveCampaign? 

As respostas para os questionamentos anteriores estarão a seguir. Neste conteúdo, vamos passar por tudo o que você precisa saber para ativar a sua automação de marketing via ActiveCampaign e garantir a sua primeira venda em até 24h.

Acompanhe:

  • O que é ActiveCampaign?
  • Quais os principais benefícios da ferramenta?
  • Como começar no ActiveCampaign?
  • Quais os melhores gatilhos mentais para utilizar no e-mail?
  • Como trabalhar automações e quais as mais recomendadas?
  • É possível enviar mensagens integradas ao WhatsApp?
  • Como fechar o primeiro cliente?

É hora de descobrir porque o ActiveCampaign é tudo isso mesmo. Vamos lá?

O que é ActiveCampaign?

Antes de irmos direto ao ponto, responda: você conhece o conceito de automação de marketing, certo? De qualquer forma, vale a pena lembrar que se trata da utilização de tecnologia (ferramentas digitais ou softwares) para:

  1. Expandir a eficiência dos esforços em marketing.
  2. Ganhar escala.
  3. Vender no automático.
  4. Diminuir o Custo de Aquisição por Cliente (CAC).
  5. Aumentar o ticket-médio.
  6. Manter um relacionamento personalizado com a audiência, seja o público das redes sociais ou a base de leads via lista de e-mail. 

Quando se trata de automação de e-mail marketing, estamos falando de práticas cuja principal intenção é ajudar o lead a “caminhar” pelo funil de vendas, indo do topo até a conversão.

São ações que têm como objetivo gerar, nutrir, conquistar ou até mesmo reativar leads (uma prática erroneamente deixada de lado por muitos profissionais) dentro de uma estratégia de Customer Relationship Management (CRM).

Nesse contexto, conseguimos visualizar inúmeras ferramentas de automação de e-mail marketing, entre elas a startup estadunidense ActiveCampaign, que surge de forma disruptiva ao disponibilizar recursos importantes para os usuários que sofrem com baixa taxa de entrega, disparos direto no SPAM, dificuldade de importação de listas, entre outros problemas que fizeram da automação de marketing, acredite ou não, uma estratégia considerada defasada por muitos profissionais da área. 

A ferramenta com maior investimento em Machine Learning

De qualquer forma, o ActiveCampaign tem ganhado espaço significativo no mercado, virando o jogo e resgatando a credibilidade da automação de e-mail nas estratégias de marketing. E esse destaque não veio à toa.

No início deste ano, a startup recebeu o aporte de U$ 240 milhões e prometeu investir boa parte dessa quantia em Machine Learning a fim de aprimorar a Experiência do Usuário. Em abril, Jason VandenBoom, CEO do ActiveCampaign, publicou uma fala no site da companhia e frisou o compromisso com experiências cada vez mais personalizadas. 

“Quando empresas estão começando, a personalização é o que cria grandes experiências. É a razão pela qual as empresas crescem. Mas, enquanto crescem, é cada vez mais difícil manter esses relacionamentos pessoais.

Há tantas coisas para fazer e pessoas para auxiliar que, trabalhos manuais e repetitivos, geralmente, tomam muito tempo para adicionar pessoalidade.

Mensagens genéricas preenchem o espaço, mas não tão bem. E, com isso, a experiência do cliente é prejudicada.”

Basicamente, VandenBoom evidenciou algo relevante para empreendedores de pequeno, médio e grande portes que precisam de automação de e-mail marketing em suas estratégias de vendas, ratificando que não importa o tamanho da sua lista. Seja ela de 10 leads, seja ela de 1 milhão, seu negócio deve se relacionar com os seus leads de forma única. 

Agora que você sabe o básico do ActiveCampaign, é hora de conhecer alguns dos principais benefícios da utilização da ferramenta e descobrir se você usa o e-mail marketing como uma verdadeira fonte de renda para o seu negócio ou se você está apenas disparando e-mails às cegas. 

Quais os 5 principais benefícios do ActiveCampaign?

Vale adiantar que trabalhar com a ferramenta gringa é como usufruir de um canivete-suiço, privilegiando-se de uma série de instrumentos que facilitarão sua vida.

A seguir separamos quatro funcionalidades consideráveis para ajudar você a avaliar melhor a ferramenta. 

1. Seu e-mail na caixa principal

Este foi um dos principais motivadores da migração de usuários de outras ferramentas para o ActiveCampaign: a boa taxa de entrega de e-mail, ou seja, a relevante quantidade de e-mails que são disparados e que realmente chegam à caixa de entrada principal dos leads. 

Muitos fatores estão por trás desse bom resultado, mas o principal deles se baseia em uma estratégia do Suporte do ActiveCampaign que, no momento da instalação, faz com que o novo usuário não invalide o próprio IP e garanta taxas de entrega fora do comum.

Além disso, a ferramenta permite configurações como SPF, DKIM e DMARC, que ajudam na entrega do email.

2. Integração nativa com Facebook e outros grandes players

Zuckerberg e VandeBoom apertaram as mãos e firmaram uma parceria para facilitar o trabalho dos profissionais de marketing, criando uma integração facilitada entre Facebook e ActiveCampaign. 

Isso quer dizer muito mais agilidade tanto para gestores de tráfego, quanto para gestores de e-mail marketing que, a partir desse recurso, podem combinar campanhas a listas de e-mails, entre muitas alternativas, para criar anúncios mais assertivos e de alta conversão. 

Imagine só: você criou uma campanha para divulgar uma nova turma do seu curso online e quer que os seus atuais alunos não sejam impactados por ela.

Para fazer isso, normalmente, você precisaria baixar a lista de alunos e fazer o upload nos Públicos do Facebook. Só que com essa integração nativa basta escolher não anunciar para determinada audiência e pronto.

ActiveCampaign: como começar e fazer sua 1ª venda em 24h-Laschuk

Ficou satisfeito? Então, se prepare que não acaba por aí, não! Além do Facebook, o ActiveCampaign tem integrações com diversas ferramentas do mercado, como Shopify, Salesforce, Hubspot, WordPress, entre outras. 

ActiveCampaign: como começar e fazer sua 1ª venda em 24h-Laschuk

3. Conheça os passos do seu lead

Isso mesmo! Uma das grandes vantagens do ActiveCampaign é a possibilidade de rastreamento das visitas que você recebe. Isso acontece por meio da inserção de um pixel próprio da ferramenta no código do site. 

Esse recurso possibilita a visualização do que cada lead fez em seu site, quais páginas visitou etc. para que, dessa forma, você consiga criar experiências personalizadas para as pessoas que estão na sua lista, à medida que elas forem interagindo com o conteúdo. 

ActiveCampaign: como começar e fazer sua 1ª venda em 24h-Laschuk

Você pode até pensar que esse recurso não é tão interessante assim ou até mesmo descartável. No entanto, imagine:

Cenário 1

Sua empresa vende um produto de ticket-médio elevado, cuja venda online, seja por e-commerce ou por atendimento digital, é muito rara, já que a persona é bastante exigente e prefere comprar de forma presencial.

Imaginou? Bem, a partir desse cenário, o ideal seria a captura de leads, a nutrição dos mesmos e o envio deles para que o time comercial realize o atendimento, concorda? Com isso, não seria interessante compartilhar com esse representante comercial a trajetória do lead pelo site até o momento de captura? 

Pense no quanto esse profissional estaria melhor munido para converter esse lead em cliente a partir dessa informação! Sem dúvida, o rapport seria muito efetivo e, consequentemente, a venda estaria iminente. 

Cenário 2

Vamos para outro cenário! Você atua no mercado de lançamentos digitais, seu produto é de valor acessível e sua lista atual tem cerca de 5 mil leads. Sabe como o rastreamento do ActiveCampaign pode ajudar? Simples! Ao deixar rastros pelo site, as pessoas podem ser identificadas como oportunidades ou como leads descartáveis. 

Esse processo facilita seu trabalho e mostra onde, ou melhor, em quem você deve focar suas estratégias. Afinal, quem você abordaria no momento de abertura do seu carrinho de venda? Aquela pessoa que visitou apenas uma página no seu site e já converteu em lead ou alguém que assistiu seus conteúdos de pré-lançamento, visitou “Sobre”, “FAQ” e suas páginas de produtos e/ou serviços ofertados?

4. Importação ilimitada e higienização de lista

Quem lidou com outras ferramentas de e-mail marketing sabe que esse é um tema sensível. Lembra daquela vez que você precisou importar uma lista com mais de 2 mil leads e foi tragicamente barrado, sob o aviso de que sua base estava extensa demais? Pois é, com o ActiveCampaign a realidade é outra.

A ferramenta permite o download ou a importação de listas independente do tamanho. Tudo que você precisa fazer é comprovar de onde veio a lista, tirando um print que mostre a origem de captação de leads.

Além disso, como se já não fosse bom o bastante, o time do ActiveCampaign se preocupa com a qualidade dos seus leads e tem um recurso precioso de higienização de lista, fazendo com que você “gaste energia” com quem realmente importa, ou seja, com quem interage com seus e-mails. 

E aí, já está convencido que o ActiveCampaign é a ferramenta de automação de e-mail marketing que pode fazer a diferença no sucesso do seu negócio? Apostamos que sim! Por isso, agora, o objetivo é dar aquele empurrãozinho para você sair do zero e criar a sua primeira estratégia. 

5. E-mails na hora certa

Pouca gente sabe, mas um dos principais benefícios do ActiveCampaign é a possibilidade de enviar automações no momento em que seu lead costuma checar a caixa de entrada e abrir os e-mails

Como começar no ActiveCampaign?

Talvez argumentos sem comprovações não sejam o suficiente para você. Tudo bem. Isso é completamente compreensível, por essa razão, antes de nos debruçarmos sobre o passo a passo para ativação de uma estratégia via ActiveCampaign, é interessante mostrar alguns resultados que evidenciam a importância da automação de e-mail marketing. 

ActiveCampaign: como começar e fazer sua 1ª venda em 24h-Laschuk

Esse é um case da Aimbot, uma empresa especializada em implantações de ActiveCampaign. O quadro acima é um print do Google Analytics, no qual filtramos os resultados gerados apenas pelas campanhas de e-mail marketing, que foram responsáveis por quase 30% de toda receita gerada, resultando em mais de 350 transações com taxa de conversão de 2,05%. 

Estamos falando da geração de mais de R$ 70 mil apenas por meio da automação de e-mail marketing, via LastClick, a partir dos recursos do ActiveCampaign! E aí? Está convencido? Acreditamos que agora podemos falar sobre os primeiros passos na ferramenta!

Conheça 9 passos para ativar sua conta no ActiveCampaign e fazer sua primeira venda em 24h

Passo 1

Inscreva-se gratuitamente! Acesse este link e teste o ActiveCampaign durante 14 dias. Ah! É de forma gratuita mesmo, hein! Nem precisa cadastrar cartão de crédito para usar durante esse período. 

Passo 2

Importe os contatos da sua base atual (caso você tenha uma). Para isso, você pode usufruir das inúmeras possibilidades de integração ou utilizar um simples copy & paste

Passo 3

Configure o básico da sua conta. A primeira coisa que você deve fazer é ajustar o fuso horário. Esse passo simples é muitas vezes negligenciado! Diversas vezes já acompanhamos gestores que programaram e-mail com duas horas de atraso! Vacilo, hein!

Em “Configurações”, selecione “Conta” e troque o fuso horário de Chicago (local de origem da companhia) para São Paulo, como mostra a imagem abaixo.

ActiveCampaign: como começar e fazer sua 1ª venda em 24h-Laschuk

Em seguida, também em “Configurações”, defina o endereço que deve constar na sua assinatura. Atenção! Não pule essa etapa! Se você não tiver um endereço cadastrado, você não conseguirá disparar e-mails. 

Passo 4

Ative o recurso de Rastreamento. Esse foi um dos principais benefícios citados anteriormente. Para isso, basta pegar o pixel disponível e inseri-lo no head do código do seu site. Veja a seguir:

ActiveCampaign: como começar e fazer sua 1ª venda em 24h-Laschuk

Passo 5

Crie listas! Além de identificar a origem de cada lead, as listas possibilitam que você envie disparos ou automações personalizadas de acordo com o perfil de cada contato. Esse é um recurso básico de diversas ferramentas, mas que jamais pode passar despercebido na sua estratégia!

Não esqueça de inserir uma descrição ao criar uma lista. Dessa forma, você abordará de forma prática o porquê daquele lead estar inserido nesse grupo. 

ActiveCampaign: como começar e fazer sua 1ª venda em 24h-Laschuk

Passo 6

Crie sua primeira automação! Comece do zero ou use algum template recomendado. Aqui, o importante é iniciar a primeira sequência de e-mails para sua audiência.

ActiveCampaign: como começar e fazer sua 1ª venda em 24h-Laschuk

Para que esse passo a passo continue de maneira acessível, vamos partir do suposto que você criará uma campanha do zero, ok?

Passo 7

Elabore um fluxo de automação. Para fazer isso, primeiramente, você precisa determinar o ponto de entrada do lead na sua lista.

O que essa pessoa fez para estar ali? Baixou um e-book? Se cadastrou para assistir alguma aula ou webinário? Converteu no seu site? Assinou sua newsletter? Determine o ponto de partida e voilá!

Passo 8

Escreva (finalmente) o primeiro e-mail! Se você tem uma base de copywriting, esse será o passo mais tranquilo. A interface é bem intuitiva e pouco diferente do que você está habituado em outras ferramentas. Veja só o exemplo de um e-mail simples para pessoas que baixaram um e-book:

ActiveCampaign: como começar e fazer sua 1ª venda em 24h-Laschuk

Passo 9

Habilite as funções de rastreamento de link e Google Analytics. Após escrever o e-mail, você precisa ativar essas duas funções. Sem elas, é impossível mensurar o quanto de receita, sessões e transações você gerou a partir da automação de e-mail, ou seja, você não terá parte significativa do seu poder de análise e tomada de decisão. Já ouviu falar que quem não mede, não controla? 

ActiveCampaign: como começar e fazer sua 1ª venda em 24h-Laschuk

Pronto! O caminho das pedras está desbravado! Agora é o momento de arregaçar as mangas e escrever e-mails matadores, que conversam com sua audiência e vendem de verdade. 

Para ajudar você com isso, vamos abordar a seguir algumas táticas infalíveis de copywriting, com foco em gatilhos mentais, que, com certeza, farão a diferença no seu conteúdo. 

Quais os melhores gatilhos mentais para utilizar na automação de e-mail?

Grande parte das nossas escolhas não são lógicas. A maioria das pessoas pode até discordar dessa afirmação, dizendo ser extremamente racional, mas isso não passa de um mero engano, pois o inconsciente é mais forte e mais atuante que o lado racional no nosso cérebro.

Inclusive, há vários estudos científicos que ratificam isso, afirmando que mais de 90% das decisões que tomamos são irracionais e baseadas em nossas emoções e em nossos instintos.

Isso te surpreendeu de alguma forma? Então, você ficaria mais surpreso ainda se soubesse que essa informação não representa nenhuma novidade no mundo do marketing e que os profissionais dessa área usufruem disso há muito tempo, estimulando você a tomar determinadas decisões no modo “piloto automático”. 

Com isso, nos apropriamos de algumas práticas textuais que atiçam os gatilhos mentais – motivadores desses estímulos inconscientes – para gerar emoções como desejo e outros sentimentos que levem à conversão. Dentro da estratégia de automação de marketing, temos alguns favoritos. Vamos conhecê-los agora!

Os 7 principais gatilhos mentais para aplicar no ActiveCampaign

Trouxemos os gatilhos mentais que costumamos utilizar em nossas estratégias. Veja os sete exemplos para você se inspirar!

1) Reciprocidade

Imagine a situação: é seu aniversário e alguém, de forma inesperada, te presenteou com algo legal. Você, provavelmente, se sentiu feliz com a surpresa e talvez tenha até perguntando a essa pessoa qual a data de aniversário dela a fim de retribuir o presente. 

Essa vontade de corresponder o agrado nasce a partir do senso de reciprocidade que todo ser humano tem. Afinal, quando alguém é legal, você também é legal de volta com essa pessoa. E isso vale quando a situação for ruim, hein. 

Dentro de um e-mail, esse gatilho pode ser explorado de diversas formas. Para testar, ofereça algo interessante para seu lead. Um material rico, um voucher ou uma hora de conversa gratuita, por exemplo. Com certeza, você receberá algo valioso em troca. Seja um elogio público, uma indicação ou uma resposta simples no e-mail.

Reciprocidade-Email marketing-Laschuk

2) Exclusividade

Atire a primeira pedra quem não gosta de ser bajulado de alguma forma! O gatilho mental da exclusividade trabalha nosso ego. Afinal, tudo que é exclusivo é escasso. Tudo que é escasso é mais desejado. E quem tem acesso ao que é exclusivo acaba se sentindo privilegiado em relação às outras pessoas. 

ActiveCampaign: como começar e fazer sua 1ª venda em 24h-Laschuk

As grandes marcas de luxo exploram muito bem esse gatilho, com produtos caríssimos e, consequentemente, de difícil acesso para a maioria da população.

Já na automação de e-mail marketing uma das formas mais inteligentes de se trabalhar o gatilho da exclusividade é garantindo uma informação, um material ou algo de forma antecipada seja disponível apenas para um determinado perfil de lead.

Encha sua copy de “inédito”, “só para você”, “poucos têm acesso”, “lançamento em primeira mão” etc.

Dentro do ActiveCampaign o melhor exemplo é o Lead Scoring. Leads que têm mais interação com os e-mail recebidos, ou seja, que clicam mais, podem entrar em listas VIPs e receber materiais ou automações privilegiadas. É como ganhar um upgrade de executiva para primeira classe!

3) Curiosidade: “Como estou captando leads a R$0,55 com ActiveCampaign”

Existem poucas coisas tão motivadoras quanto a curiosidade! Nada estimula mais a nossa busca constante por conhecimento do que a necessidade de saber mais e de sanar as nossas dúvidas, por isso esse gatilho deve ser, obrigatoriamente, explorado na sua estratégia de alguma forma. 

Curiosidade email marketing

A curiosidade abre um looping no seu cérebro que desperta a necessidade de encontrar a informação necessária para fechar esse looping! E é essa inquietação causada por ela que você precisa gerar no seu lead. Provoque-o abusando de promessas para as principais dores dele. Você precisa aguçar no seu lead a vontade de realizar alguma ação. 

4) Novidade

Quando alguém diz que não gosta de surpresas, provavelmente, deve ser porque essa pessoa teve alguma experiência ruim que estragou o frenesi de lidar com algo desconhecido e bom ao mesmo tempo. 

No entanto, nossos instintos anseiam por novidades e, consequentemente, as relacionamos a transformações positivas, que vão nos fazer felizes ou vão mudar nossa vida para melhor de alguma maneira.  

Novidades podem ser boas ou ruins, mas o nosso cérebro cria a expectativa de que elas vão transformar a vida para melhor. O possível prazer nos faz gostar do que é novo! Veja só o sucesso que é o Fórmula de Lançamento do Erico Rocha. Só o fato de lançar algo em vez de de vendê-lo constantemente estimula diversos gatilhos e a novidade é um deles. 

5) Prova social

Esse gatilho está estreitamente relacionado ao gatilho seguinte, de autoridade, pois ambos buscam evidenciar a credibilidade de determinada pessoa, produto, empresa ou serviço. O gatilho da prova social faz isso por meio de evidências de clientes, com depoimentos e cases de sucesso.

Prova social-Email marketing-Laschuk

Para usufruir desse gatilho converse com quem já conhece e confia no seu trabalho e peça que essa pessoa grave ou escreva a opinião dela sobre você, evidenciando a transformação que o seu produto ou serviço causou na vida dela. 

A prova social é um dos gatilhos mentais mais poderosos e persuasivos porque trabalha o pensamento coletivo e a ideia de comunidade em volta daquilo que você está oferecendo. Qual empresa não quer se tornar uma marca dona de uma comunidade de lovers, tal qual Nike Lovers e  Apple Lovers?

6) Autoridade 

Vamos novamente imaginar um cenário. Dessa vez, pense que você está em busca de uma reeducação alimentar e procura por um nutricionista confiável. Após receber inúmeras indicações de amigos, você vai procurar o perfil nas redes sociais de dois profissionais que ganharam mais indicações pelo seu grupo. 

  • O primeiro nutricionista tem um perfil profissional com 700 seguidores e poucas publicações voltadas para o seu tema de interesse. 
  • Já o segundo tem quase 10 mil seguidores e diversas publicações sobre reeducação alimentar e temas afins.

Com quem você se sentirá mais seguro para marcar a sua primeira consulta? Resposta simples, né? Sem sombras de dúvidas, o segundo nutricionista gera mais conteúdo de valor, é mais reconhecido dentro da sua área de atuação e tem mais chances de converter visitantes em clientes! 

É exatamente sobre credibilidade e confiança que se trata o gatilho mental da autoridade. Gere autoridade falando sobre suas conquistas, certificados, títulos, especializações, audiência, número de alunos etc. 

7) Escassez

Falar de escassez é fácil. Basta lembrar das chamadas do infoprodutor no último dia de carrinho aberto durante um lançamento! Geralmente, utilizamos esse gatilho atrelado ao tempo, demarcando dias ou horas que determinada promoção, produto ou serviço estará disponível para aquisição. Para isso, gostamos de usar um temporizador em nossos e-mails. 

Gatilho mental da escassez-Laschuk

Os profissionais de marketing e vendas amam o gatilho da escassez por conta do imediatismo relacionado a ele. Afinal, quando você limita o acesso a algo, as chances das compras acontecerem logo são grandes. 

Enfim, esses são gatilhos mentais com grande poder de persuasão e, não à toa, nossos favoritos. Acreditamos que a partir da aplicação de alguns deles na copy, você poderá alcançar a sua meta de vendas mais facilmente.

No entanto, nosso conteúdo sobre ActiveCampaign não acaba aqui! Você precisa entender como ir adiante e visualizar as vantagens das automações que estão virando a chave para muitos de nossos clientes. 

Como trabalhar automações e quais são as mais recomendadas?

Vale recapitular que automação é uma sequência de ações que vai acontecer de forma automática (risos) após a ativação de determinada atividade de um lead. Dentro desse contexto, existem diversas automações simples que você pode inserir na sua estratégia. Aqui, vamos listar aquelas que acreditamos serem essenciais para qualquer empresa ou profissional que trabalhe com e-mail marketing. 

Veja 5 Automações para vender no automático

1) Compra aprovada

Seja e-commerce, seja infoprodutor, de qualquer forma, essa é uma das automações obrigatórias para o seu negócio! 

Imagine só: você comprou algo pela internet, mas não recebeu nenhum e-mail de comprovação. Você se sentiria seguro? Qual a garantia que você tem de que realmente adquiriu aquele produto?

Pois é, com certeza, a primeira coisa que você questionará será a confiabilidade da empresa. Para não comprometer a credibilidade do seu negócio o ideal é ter essa automação configurada para minutos após a compra do seu cliente. 

2) Prova social

Lembra do gatilho acima? É exatamente sobre isso! Falar novamente sobre prova social pode até ficar cansativo, mas vale a pena reforçar. Sempre que possível, comprove a qualidade do seu produto ou serviço por meio da voz de terceiros, mostrando a opinião e, principalmente, a transformação causada na vida de quem os adquiriu. 

3) Recuperação de boleto

Você já ouviu a palavra “boletar?”. É uma expressão muito comum no universo dos e-commerces e faz referência a ação de escolher o boleto como forma de pagamento e deixá-lo de lado, esquecendo de concluir a compra. 

Obviamente, você não quer que seus leads “boletem”. Para evitar esse esquecimento, faça uma automação de recuperação de boleto com cerca de quatro disparos de lembrete e um de boleto expirado. 

4) Cartão recusado

A pessoa que teve o cartão recusado em uma compra online fica ciente disso no exato momento da compra, mas não custa dar uma forcinha e enviar uma automação via e-mail com possível solução, disponibilizando outras formas de pagamento (boleto, pix etc.) ou solicitando o cadastro de um novo cartão. 

Você ainda pode melhorar essa interação ao automatizar o envio de uma mensagem para o WhatsApp do cliente (vamos explicar mais a frente), perguntando o que houve e reforçando a possibilidade de outros modos de pagamento. 

5) Carrinho abandonado 

A clássica! Assim como a confirmação de compra aprovada, a automação para quem abandonou o carrinho é fundamental em sua estratégia. A partir dela você trabalha o remarketing para uma audiência quentíssima, que por muito pouco não concluiu uma compra. 

Por aqui, gostamos de trabalhar essa automação com e-mails que lembrem a pessoa sobre o abandono e ainda disponibilizam um voucher com descontos ou até mesmo cashbacks para estimular a finalização do processo.

Bem, esse é nosso TOP 5 das automações. Todas simples, mas essenciais para a saúde do nosso negócio. No entanto, podemos ousar um pouco mais, falando com nosso lead por uma das redes sociais mais utilizadas pelos brasileiros: o WhatsApp. Imagine só as vantagens dessa estratégia! Quer saber mais sobre isso? É só continuar!

É possível criar automações integradas ao WhatsApp?

Com o ActiveCampaign é possível criar todas as automações que você conheceu a pouco  e outras de acordo com o perfil (sexo, gênero, idade, status, profissional e até signo) e o comportamento (compra de produtos, abandono de carrinho, download de material etc.) do lead, mas até aí nenhuma novidade, não é mesmo? O que você, provavelmente, desconhece é a possibilidade de criar automações integradas ao WhatsApp! WOW! 

Esse recurso pode ser utilizado de forma complementar ao e-mail. Juntas, essas frentes se tornam extremamente vantajosas. Afinal, você terá dois pontos de contatos importantes e práticos com seu lead, o e-mail e o WhatsApp, aumentando suas chances de entrega, visualização e interação. 

Fim de um erro jurássico no mundo do e-mail marketing

Além de que essa integração acaba com um problema histórico da captação de leads: o cadastro de e-mail com erros de digitação. Pense bem: quantas vezes você já perdeu o contato de um lead que cadastrou o e-mail como joao@gmai.com ou maria@outlok.com?

Ao enviar uma mensagem via WhatsApp para essa pessoa, você dá a ela a possibilidade de revisar e corrigir, caso precise, o próprio e-mail. Olha só um exemplo de mensagem abaixo.

Notificacoes Inteligentes-Whastapp-Laschuk

A tela mostra uma mensagem inserida em um fluxo de lançamento digital, no qual adicionamos pontos de contato via WhatsApp – e e-mail – com os leads. Nesse caso específico, essa mensagem foi incluída logo após o disparo do primeiro e-mail para quem acabou de se cadastrar no evento principal do lançamento. 

Você ainda pode usufruir dessa oportunidade ao usar mensagens de lembrete, ativação e todas as práticas que você sabe muito bem como funcionam. 

Curtiu essa novidade? Então, calma lá porque para que você garanta esse upgrade na estratégia, será necessário conhecer uma nova iniciativa do mercado. 

Experimente a plataforma Notificações Inteligentes  

A Notificações Inteligentes é uma plataforma que permite o envio de 45 mil mensagens por mês e não tem limite de leads. Entre os outros principais benefícios estão:

  • Ausência de limite de produtos e integrações;
  • Número dedicado e personalizado;
  • Integração com Active Campaign e outras plataformas de automação;
  • Personalização de todas as mensagens e informações da conta do WhatsApp;
  • Integração com Google Contatos;
  • Recuperação de carrinho, cancelados, aprovados;
  • Acesso ao recurso Lembrador de Boletos e aos relatórios avançados.

Claro que tudo isso tem um preço e, atualmente, a plataforma disponibiliza apenas o plano Dedicado para a contratação do serviço. Então, cabe você analisar se essa feature cabe no seu investimento. No entanto, podemos adiantar que vale a pena e, além disso, você tem sete dias de garantia do serviço. 

Bem, estamos chegando próximo ao fim deste conteúdo. Nele, você aprendeu, até agora, sobre o que é o ActiveCampaign, quais seus principais benefícios, como utilizar gatilhos mentais na copy dos e-mails e ainda criar automações básicas e especiais, integradas ao WhatsApp pela plataforma Notificações Inteligentes. 

Esses aprendizados configuram boa parte do que você precisa saber para dar os passos iniciais no ActiveCampaign e realizar a primeira venda em até 24h após a ativação.

Agora, para fechar com chave de ouro, vamos compartilhar com você algumas dicas para aprimorar sua estratégia comercial. Afinal, após tudo isso, você já pode anunciar seus serviços de gestão de e-mail marketing. 

Como fechar o primeiro cliente de ActiveCampaign?

Você tem a faca e o queijo na mão! Agora podemos dizer que você conhece os argumentos necessários para acabar com qualquer objeção sobre o uso de automação de e-mail, os principais benefícios do ActiveCampaign d o poder da utilização de gatilhos mentais e automações, ou seja, tem o arsenal básico necessário para trabalhar em prol do fechamento do seu primeiro cliente como gestor de e-mail marketing. Sem mais delongas, vamos conhecer algumas dicas simples para conquistar seu cliente inaugural. 

Confira 3 passos dicas para fechar seu primeiro cliente de gestão em ActiveCampaign e E-mail Marketing

1) Prospecte muito

Não tem segredo! Vista sua melhor armadura e dê a cara à tapa! Quanto mais pessoas você abordar, oferecendo os benefícios do uso do ActiveCampaign, mais chances terá de conquistar seu primeiro cliente. 

Entre em grupos no Facebook e comunidades no LinkedIn sobre automação de marketing. Ajude as pessoas que publicam dúvidas e questionamentos, sempre que possível as convidando para consumir algum conteúdo criado por você.

2) Disponibilize consultorias gratuitas

Essa é uma das melhores moedas de troca para se trabalhar. Está conversando com um possível cliente que ainda está em dúvida sobre o serviço? Ofereça uma consultoria gratuita! Destrinche a estratégia atual dele, detalhando cada ponto e esclareça quais são as melhorias necessárias. Sem vaidade, hein!

Aqui o objetivo é mostrar tudo que você sabe da forma menos arrogante possível! Mostre-se solícito, acessível e interessado!

3) Venda a ferramenta

“O cliente não quer saber do meio, apenas do fim” não é mais uma máxima! As ferramentas de marketing têm recursos poderosos e enchem os olhos daqueles que são leigos no assunto, por isso é importante fazer uma imersão com seu possível cliente, mostrando o leque de possibilidades que você tem em mãos. Vender a capacidade da ferramenta é algo imprescindível.

Bem, chegamos ao fim deste blog post! Agora você se sente mais seguro para comercializar seu trabalho sob a afirmação de venda em até 24h após ativação? Sendo assim, o conteúdo que você acabou de ler dá um embasamento necessário para que você ganhe movimento e inicie sua jornada! 

Se quiser aprofundar ainda mais em tudo que diz respeito à ferramenta ActiveCampaign, sugerimos que entre na lista de espera da comunidade Efeito Active, onde mais de 200 pessoas fazem networking e usufruem de cursos para lançamentos, venda em perpétuo e e-commerce. Confira!