ActiveCampaign

Como começar no ActiveCampaign? Os primeiros passos na ferramenta

Guilherme Laschuk
Escrito por Guilherme Laschuk em 5 de dezembro de 2021
Como começar no ActiveCampaign? Os primeiros passos na ferramenta
Junte-se a mais de 10.216 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Antes de descobrir como começar no ActiveCampaign, que tal relembrar o porquê começar no ActiveCampaign? Prometemos que essa não vai ser uma reflexão de “encher linguiça”!

Na verdade, trata-se de um raciocínio simples, baseado na sua resposta sobre a seguinte questão: você gostaria de aumentar suas vendas em até 50% sem gastar mais dinheiro com anúncios online? 

De olhos fechados, chutamos que a sua resposta foi “sim”. Afinal, quem não gostaria?!

Escalar as vendas utilizando seu tráfego próprio, ou seja, se comunicando com uma audiência que já está na sua base, é uma possibilidade real e a razão para usar a ferramenta de e-mail marketing mais popular do mundo, com mais de 150 mil clientes ativos! 

Agora dar os primeiros passos pode não ser tão óbvio assim, mas calma. Estamos aqui para ajudar você com esse tema, por isso preparamos este conteúdo que detalha quais os caminhos que devem ser seguidos para começar no ActiveCampaign – mesmo que você seja nível padawan na ferramenta.

Para motivar você ainda mais, olha só os resultados que nós da Aimbot conseguimos gerar apenas por meio da automação de e-mail marketing:

Sim! Alcançamos mais de 1 milhão de reais em receita apenas utilizando nosso tráfego próprio. Isso é completamente possível! Por essa razão, a seguir, você conhecerá os principais passos para iniciar sua conta no ActiveCampaign e garantir sua primeira venda em até 24h a partir da ativação da ferramenta. Vamos lá?

Como começar no ActiveCampaign e ativar a conta em poucos minutos?

Precisa de ajuda sobre como começar no ActiveCampaign? Não há nenhum mistério para ativar a ferramenta. Siga os 4 passos técnicos listados a seguir – atente-se para os hacks – e dê o starte na sua futura máquina de vendas!

1. Crie uma conta no ActiveCampaign e teste por 14 dias de forma de gratuita

Acesse este link e teste o ActiveCampaign durante 14 dias. Ah! É de forma gratuita mesmo, hein! Nem precisa cadastrar cartão de crédito para usar durante esse período. 

2. Importe sua base de leads no ActiveCampaign e configure o básico da sua conta

Para isso, você pode usufruir das inúmeras possibilidades de integração da ferramenta ou utilizar um simples copy & paste.

A primeira coisa que você deve fazer após a inserção da sua base de leads atual, é ajustar o fuso horário. Em “Configurações”, selecione “Conta” e troque o fuso horário de Chicago (local de origem da companhia) para São Paulo, como mostra a imagem abaixo.

Em seguida, também em “Configurações”, defina o endereço que deve constar na sua assinatura. Atenção! Não pule essa etapa! Se você não tiver um endereço cadastrado, você não conseguirá disparar e-mails. 

3. Ative o Site Tracking

Com esse recurso, você consegue segmentar os seus e-mails de acordo com as páginas que um determinado lead visitou em seu site. É a possibilidade de rastreamento das visitas a partir da inserção de um pixel da ferramenta no código do site. 

A motivação do Site Traking é criar as melhores experiências possíveis com base nos conceitos de Customer Experience Automation (CXA). Vamos a um exemplo breve:

Você está em Lançamento de um infoproduto digital e já deu duas aulas do seu Conteúdo de Pré Lançamento (CPL), aquele que antecede a abertura de carrinho, e vários leads assistiram apenas a primeira das duas aulas realizadas.

Acontece que você está prestes a disponibilizar a terceira aula e precisa que os leads tenham acompanhado o conteúdo anterior.

Com a utilização do Site Tracking você consegue enviar um e-mail para esse grupo de leads que não viu a segunda aula, informando que há um conteúdo pendente e essencial para a conclusão do aprendizado disponibilizado durante o CPL. 

Dica bônus: utilize o gatilho mental da escassez, limitando o período de acesso à segunda aula, como “você só tem 16 horas para assistir”, “essa é sua última chance de continuar por aqui” etc. 

4. Crie listas personalizadas

Além de identificar a origem de cada lead, as listas possibilitam que você envie disparos ou automações personalizadas de acordo com o perfil de cada contato. Esse é um recurso básico de diversas ferramentas, mas que jamais pode passar despercebido na sua estratégia!

Não esqueça de inserir uma descrição ao criar uma lista. Dessa forma, você abordará de forma prática o porquê daquele lead estar inserido nesse grupo.

E aí? Parece mais simples do que você pensava? Bem, agora que a conta está ativa e configurada é hora de você arregaçar as mangas e dar vida ao ponto crucial dessa estratégia: seu primeiro e-mail.

Como fazer minha primeira automação no ActiveCampaign?

1. Desenvolva uma automação

Comece do zero ou use algum template recomendado. Aqui, o importante é iniciar a primeira sequência de e-mails para sua audiência.

Print de ActiveCampaign. Os primeiros passos na ferramenta

Para fazer isso, primeiramente, você precisa determinar o ponto de entrada do lead na sua lista. O que essa pessoa fez para estar ali? Baixou um e-book? Se cadastrou para assistir alguma aula ou webinário? Converteu no seu site? Assinou sua newsletter

Por aqui, gostamos muito de desenvolver esse fluxo de raciocínio utilizando a ferramenta Funnelytics, que traz uma visualização bem fluida e clean da nossa estratégia, mostrando quais e-mails serão enviados, quais os intervalos entre eles, qual ação determinará o próximo passo etc. 

Depois que você terminar esse quesito, partirá para uma de nossas etapas favoritas e fundamental para a persuasão do seu lead. 

2. Escreva o primeiro e-mail

Se você tem uma base de copywriting, esse será o passo mais tranquilo. A interface é bem intuitiva e pouco diferente do que você está habituado em outras ferramentas. O lance aqui é trabalhar um texto de qualidade e utilizar CTAs eficientes. 

Para seu texto, dependendo do ponto de entrada do lead na sua base, aproveite a inserção de gatilhos mentais, criando conexão com sua audiência e estabelecendo parâmetros de escassez ou exclusividade, se possível.

Para ficar mais fácil, assista a esse vídeo em que desdobramos os 7 principais gatilhos mentais para usarmos no marketing digital. 

Atenção! Após escrever o e-mail, você precisa habilitar as funções de rastreamento de link e Google Analytics. Sem elas, é impossível mensurar o quanto de receita, sessões e transações você gerou a partir da automação de e-mail. Aí você perde todas as informações essenciais para sua tomada de decisão e não consegue planejar um próximo passo de forma estratégica. 

Print da ferramenta ActiveCampaign

E agora?

À ativação e além! Você já pulou a primeira fogueira e está mais preparado do que imagina! 

Vamos recapitular: até o momento você:

  • Ativou sua conta no ActiveCampaign.
  • Realizou as configurações básicas.
  • Desenvolveu sua primeira automação ou fluxo, escrevendo um e-mail com gatilhos mentais poderosos. 
  • Já sabe como começar no ActiveCampaign.

Esses passos simples, se realizados da forma indicada, garantem que você conquiste uma venda em até 24h após o disparo do primeiro e-mail. 

Se quiser conhecer outros insights sobre ActiveCampaign, garanta sua vaga na próxima abertura da comunidade Efeito Active, onde mais de 200 pessoas aprendem muito e compartilham conhecimento sobre boas práticas de e-mail marketing e hacks que foram capazes de virar a chave dos seus negócios. Nos vemos lá!